Já está comprovado que a atividade física faz bem para a sua saúde. Suar a camisa melhora quase que todos os órgãos do corpo e combate muitas doenças. Agora, um estudo recente do Centro de Memória e Envelhecimento da Universidade da Califórnia, em São Francisco, descobriu que a atividade física aumenta os níveis de uma proteína conhecida por fortalecer a comunicação entre as células cerebrais, por meio de sinapses, o que pode ser um fator chave para manter a demência sob controle. E esse efeito também foi encontrado em idosos ativos, cujos cérebros apresentavam sinais de placas, emaranhados e outras características da doença de Alzheimer e das doenças cognitivas.

imagem ilustrativa

Um cérebro em bom funcionamento mantém os sinais elétricos se movendo suavemente através das sinapses de neurônio para neurônio e para outras células do corpo. Para fazer isso, o cérebro precisa substituir constantemente proteínas desgastadas nessas sinapses, além de garantir que elas estejam adequadamente equilibradas e reguladas. Quanto mais atividade física, maiores os níveis de proteínas nas sinapses no tecido cerebral. Isso sugere que cada movimento conta quando se trata de saúde cerebral. “É recomendado focar em 150 minutos de atividade física por semana. Até mesmo uma caminhada já colabora na redução do risco de declínio cognitivo”, explica Danillo Santana, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness.

Se você ainda não pratica alguma atividade, vale repensar e começar o quanto antes. Mas não tente fazer tudo no começo. Você só vai se machucar e atrapalhar sua motivação. Em vez disso, comece com exercícios de respiração e movimento, projetados para reconectar sua mente e seu corpo. Ou comece caminhando. “Caminhe apenas de cinco a dez minutos diariamente nos primeiros dias, enquanto você descobre o melhor horário e local para as suas caminhadas. Depois de determinar a logística, comece a adicionar alguns minutos a mais a cada na atividade. O ideal é que você faça cerca de 20 a 30 minutos de caminhada por dia”, acrescenta Danillo. Tão importante quanto inserir o exercício na sua vida, é fazer com que ele se torne um hábito e vire parte do seu estilo de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.