Dos 46 bombeiros do Rio de Janeiro que foram ao interior da Bahia para ajudar as vítimas das enchentes, 19 testaram positivo para covid. De acordo com o jornal O Globo, esses militares infectados estão em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. O BNews confirmou o caso com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros da Bahia.

Imagem reprodução Bnews

Os bombeiros voltariam neste domingo (2) – em um avião do governo de Minas Gerais – para a capital fluminense. Com apenas dez lugares, a aeronave teria que fazer dois voos. No entanto, o governo da Bahia disponibilizou um hotel e os militares ficarão de quarentena. O Corpo de Bombeiros da Bahia informou ao BNews que os alojamentos onde esses agentes estavam foram desinfectados.

De acordo com o coronel Leandro Sampaio Monteiro, secretário de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, “alguns dos militares tiveram sintomas da doença” e fizeram um teste rápido. Após a confirmação do resultado, eles foram isolados. Além dos agentes, o governo do Rio enviou à Bahia 20 embarcações, materiais para socorros em inundações e soterramentos e kits de primeiros socorros. No grupo estão especialistas em desastres, guarda-vidas, operadores de embarcações e profissionais de atendimento pré-hospitalar.

A força-tarefa montada para socorrer as vítimas tem bombeiros da Bahia, mas também de outros estados como Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Norte, Maranhão, Paraíba e Sergipe.

Milhares de afetados

Com base em informações recebidas das prefeituras, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) atualizou, na tarde deste sábado (1°), os números referentes à população atingida pelas enchentes que ocorrem em diversas regiões do estado. São 32.737 desabrigados, 57.531 desalojados, 25 mortos e 517 feridos. O número total de atingidos chega a 661.508 pessoas.

Os números correspondem às ocorrências registradas em 165 municípios afetados. É importante destacar que, desse total, 153 estão com decreto de situação de emergência.

É o segundo dia consecutivo em que o balanço divulgado pela Sudec não aponta novas mortes pelas fortes chuvas que atingem o estado, enquanto o número de desabrigados diminuiu e o de desalojados aumentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.