Curandeiros que ‘exploravam fé de idosos’ para ganhar dinheiro são presos em Itaberaba – Ba

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu em flagrante, nesta terça-feira (17/08), na cidade de Itaberaba, interior da Bahia, pelos menos seis suspeitos de crimes de estelionato e furto qualificado. Segundo a investigação, o grupo é formado por “falsos curandeiros” que convenciam as vítimas a entregar cartões e senhas bancárias e ficavam com o dinheiro delas.

Ao todo, foram nove meses de investigação. Os suspeitos foram detidos no município de Itaberaba, a 297 quilômetros da capital do estado, Salvador, no âmbito da operação “Falso Curandeiro”.

No curso da investigação, verificou-se que a organização criminosa também praticava os crimes em diversas unidades federativas, como São Paulo, Bahia e Espírito Santo. Os policiais descobriram que os criminosos haviam retornado à Itaberaba-BA, QG do grupo, três dias antes da deflagração, com aproximadamente R$ 500 mil oriundos de golpes no estado de São Paulo e fizeram as prisões em flagrante.

O chefe do grupo ostentava vida de luxo na cidade, sendo pessoa influente. Na abordagem, o líder apresentou documento falso.

Para quatro membros foi cumprido mandado de prisão preventiva. Já os outros integrantes foram identificados durante a operação. Ao todo, cinco veículos utilizados pelos criminosos foram apreendidos. Com informações do G1 e Metropoles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *