Morreu nesta quinta-feira (20/01) uma das maiores cantoras do Brasil, Elza Soares, aos 91 anos de idade, Elza morreu de causas naturais. Coincidentemente, a cantora faleceu no dia em que se completa 39 anos da morte do seu ex-marido, o jogador de futebol Mané Garrincha.

© RICARDO MORAES

A Mocidade Independente de Padre Miguel, escola de samba de coração da cantora, anunciou luto de três dias. “Em nome do presidente Flávio Santos e do vice-presidente Luiz Claudio Ribeiro, a Mocidade Independente de Padre Miguel, profundamente consternada, anuncia luto de 3 dias em virtude do falecimento da nossa grande eterna deusa, Elza Soares. O ensaio do próximo sábado está cancelado”, anunciou em nota oficial. A Mocidade chegou a homenagear Elza em seu samba enredo no carnaval de 2020.

A sambista Leci Brandão afirmou que Elza é uma referência como artista e mulher. “Quanta tristeza! A nossa DIVA Elza Soares fez sua passagem hoje. A Voz do Milênio, Elza é uma referência de mulher, artista e ser humano. Elza é eterna! Eu agradeço por sua passagem iluminada nesse mundo. Que Olorum a receba em festa…”.

O músico Lobão, que conheceu Elza ainda na década de 1980 e sempre mostrou carinho, admiração e amizade pela cantora em seus livros e entrevistas, também se manifestou nas redes sociais. “Acabo de receber uma notícia simplesmente devastadora: minha madrinha, minha amiga, uma das maiores cantoras do mundo, Elza Soares nos deixou hoje”.

A atriz Taís Araújo, que interpretou Elza no cinema, também se manifestou. “Dura na queda, nos ensinou a levantar a cabeça a cada tombo e depois seguir”, disse.

O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, decretou luto oficial de três dias na capital fluminense. Em sua rede social prestou homenagem à cantora “Mulher! Guerreira! Elza vive!”.

Com informações da Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.