Nutricionista da dicas de alimentos que ajudam a diminuir a ansiedade

O ser humano possui uma resposta natural diante de situações que a mente encara como difíceis: a ansiedade. Ela nada mais é do que uma condição caracterizada por preocupação excessiva. Pode ser a tomada de uma decisão importante, um desafio no trabalho, compromissos, contas que precisam ser pagas, mudanças e entre outras coisas que abalam o equilíbrio de uma pessoa. Mas existem aliados que podem ajudar a diminuir ou controlar a ansiedade. Entre eles estão a prática de atividade física e uma alimentação equilibrada. “Para ajudar a diminuir os efeitos da ansiedade, as pessoas deve incluir alimentos ricos em ômega-3, magnésio, fibras, probióticos e triptofano (aminoácido essencial que ajuda o corpo a produzir a serotonina – o hormônio da felicidade)”, explica Gabriel Pacheco, nutricionista da Rede Alpha Fitness.

Gabriel Pacheco, nutricionista da Rede Alpha Fitness.

O magnésio é indicado porque melhora as funções do cérebro. Ele pode ser encontrado em alimentos como aveia, banana, espinafre, sementes de abóbora, linhaça e chia, e nos frutos secos como castanha do Pará, amêndoas e amendoim. A ômega-3 é uma gordura boa e rica ácidos graxos que ajudam a melhorar o funcionamento do cérebro e reduz a ansiedade. Pode ser encontrado no atum, salmão, sardinha, linhaça, chia, castanhas e abacate. O triptofano é encontrado em proteínas animais, ovo, banana, queijo, cacau, abacaxi, chocolate amargo e frutos secos em geral, como castanha, nozes e amêndoas. É um hormônio essencial para evitar a ansiedade, o estresse, a depressão e a insônia.

Controlar a ansiedade é um desafio grande e, muitas vezes, difícil. Todos nós passamos por momentos de ansiedade e estresse. Se forem muito frequentes ou muito intensos, podem indicar a necessidade de auxílio de profissionais especializados. “Uma boa alimentação, aliada à prática de atividade física realizada de forma regular, ajuda a diminuir a ansiedade e colabora muito com a saúde mental”, conclui Gabriel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *