Operação conjunta da Polícia Militar Ambiental desarticula quadrilha de caçadores em Souto Soares

Uma operação conjunta da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA) e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) Chapada resultou na desarticulação de uma quadrilha de caçadores que atuava no povoado de Cercado, no município de Souto Soares, nesta segunda-feira (08).

Segundo a Polícia Militar Ambiental, a ação foi motivada por denúncias contra os caçadores, que mantinham em cativeiro pássaros silvestres e possuíam armas de fogo sem registro. No local, foram apreendidas quatro cartucheiras calibre 32, duas espingardas de socar, três espingardas de ar comprimido modificadas para calibre 22, além de munições, espoletas, pólvora, chumbo, armadilhas e apitos chamadores.

Também foram resgatadas 13 aves da fauna nativa, sendo seis estevões, quatro azulões, dois papa-capins e uma coleirinha.

Quatro indivíduos foram identificados como proprietários das armas e dos animais e conduzidos à Delegacia Territorial de Polícia Civil de Seabra, onde foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Eles também vão responder por crime ambiental, conforme o artigo 29 da Lei 9.605/98, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção e multa para quem matar, perseguir, caçar ou utilizar espécimes da fauna silvestre sem a devida permissão.

A caça ilegal de animais silvestres é considerada a terceira maior atividade ilícita do mundo, depois do tráfico de armas e drogas. Estima-se que cerca de 38 milhões de animais sejam retirados da natureza no Brasil por ano. A prática é responsável por reduzir a biodiversidade, desequilibrar os ecossistemas e transmitir doenças.

“Nossas atividades de fiscalizações ambientais na região não param, atuamos em rede e contamos com o apoio da população para denunciar crimes contra a fauna e a flora” pontuou o Major PM Porto, comandante.

As denúncias podem ser feitas pelo Zap Denúncia 75 99951-5994 ou pelo e-mail cippa.lencois.cmd@pm.ba.gov.br

Kleber Medrado

Deixe um comentário