Policiais militares acusados de homicídio na Chapada Diamantina vão a júri popular

Policiais militares acusados de homicídio na Chapada Diamantina vão a júri popular

Três policiais militares acusados por um homicídio na cidade de Piatã, na região da Chapada Diamantina, vão ao Tribunal do Júri.

Alberto Maraux

Segundo o Ministério Público estadual, a Justiça acolheu integralmente, na quarta (12), os pedidos apresentados na alegação final do MP, que aponta o trio como executores de um homicídio qualificado. Além dos PMs, a Justiça também denunciou outras duas pessoas.

As investigações, iniciadas em 2022, apontam que dois civis contrataram e pagaram os PMs para cometer o crime. Na época da prisão do trio, foi informado que eles eram investigados por dois homicídios. Conforme as investigações, uma das vítimas foi executada no dia 21 de março de 2021, no povoado de Bom Sucesso, município de Piatã. A outra foi morta no dia 25 de janeiro, no Povoado Piauí, também na zona rural de Piatã.

Após a conclusão do inquérito policial, o Ministério Público, mediante atuação conjunta do Grupo de Atuação Especial Operacional de Segurança Pública (Geosp) e da Promotoria de Justiça de Piatã, promoveu a ação penal. Além de acolher os pedidos do MP e submeter os envolvidos no crime a Júri no final da primeira fase do procedimento, o Juízo da comarca de Piatã decidiu que os militares deverão permanecer presos até o julgamento.

As informações são do Correio

Kleber Medrado

Deixe um comentário