Produtores de milho da região de Irecê esperam colher este ano 350 mil toneladas do grão. Os agricultores – que seguem o sistema de sequeiro, que depende do ritmo das chuvas – também estimam atingir este ano uma produtividade recorde de 50 sacas por hectare. As informações são da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb).

No ciclo passado, os produtores de milho amargaram uma quebra de safra. Este ano, além da produtividade maior, levantamento preliminar indica a utilização de 120 mil hectares para o cultivo, com alta de 15%. O milho produzido em Irecê abastece o mercado baiano e de outros estados do Nordeste, a exemplo de Pernambuco.

Everaldo Dourado, um dos produtores que apostam numa supersafra, contou que as lavouras estão em diferentes estágios, mas com desenvolvimento vegetativo satisfatório para o cenário atual. “A previsão é de finalizar o plantio nos próximos dias. Contudo, podemos dizer que já temos boa parte da safra garantida”, comemora.

As informações são do Bahia.ba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.