Vídeo em que soldados aparecem marchando em Salvador é de 2019

O vídeo que circula nas redes sociais sobre uma suposta operação do Exército Brasileiro no bairro do Cabula, em Salvador, não foi gravado nesta segunda-feira (9/3). A ação seria uma resposta à morte do soldado Fernando Guardiano, torturado por traficantes na localidade conhecida como Timbalada. O colega dele, que não teve o nome divulgado, também foi surpreendido pelos criminosos.

Imagem Reprodução

O Aratu On entrou em contato com fontes ligadas ao alto comando da corporação. Oficiais do 19º Batalhão de Caçadores (19 BC) – que fica sediado no Cabula – e do 6º Batalhão de Polícia do Exército (6º PE) garantiram que a ação gravada no vídeo foi realizada em 2019 e não foi operacional. Na verdade, os militares participavam de uma marcha de 16 quilômetros como parte dos treinamentos oficiais. Eles não disseram, porém, onde aconteceu.

Fonte Aratu ON

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *